Amazon investe US$ 575 mi em startup para competir com Uber no delivery

Amazon.com lidera uma rodada de investimentos de US$ 575 milhões na Deliveroo ao comprar uma participação na startup e acirrar a concorrência com o Uber Technologies no competitivo mercado europeu de entregas de alimentos.

A startup com sede em Londres, que até agora captou US$ 1,53 bilhão, planeja usar a injeção de caixa para expandir a equipe de tecnologia e rede e competir com empresas como Just Eat e Uber.

O movimento de consolidação se acelera no setor de entrega de alimentos. Em dezembro, a Takeaway.com, rival da Deliveroo, fechou um acordo para comprar os ativos na Alemanha da Delivery Hero por aproximadamente 930 milhões de euros (US$ 1 bilhão), enquanto o Uber estava em negociações iniciais para comprar a Deliveroo, segundo reportagem da Bloomberg em setembro.

O mercado de entrega de alimentos do Reino Unido – onde a Deliveroo atua – é indiscutivelmente o mais competitivo.

A Amazon será acompanhada na rodada de financiamento Série G por investidores mais antigos, como a T Rowe Price, Fidelity Management e Greenoaks, segundo comunicado da Deliveroo enviado por e-mail.

A Amazon deu sinais de sua ambição no setor de alimentos com o Prime Now, que oferece entregas para as principais cidades britânicas em duas horas. Mas enfrenta uma forte concorrência doméstica de empresas como a Ocado, pioneira no varejo de alimentos on-line que vende sua tecnologia para varejistas como a Kroger e pretende reduzir pela metade o tempo da Amazon com um serviço chamado Zoom.

A Deliveroo disse que os recursos serão gastos em parte em inovações no setor de alimentos, por exemplo, cozinhas que funcionam apenas para entregas, bem como novos formatos.

O Uber Eats e a Deliveroo também disputam os chamados restaurantes virtuais, onde os estabelecimentos alugam cozinhas para o preparo de refeições para entrega. Sem mesas para os comensais ou garçons, esses espaços surgem onde as empresas de entrega de alimentos esperam maior demanda e vendem suas refeições por meio do Uber Eats ou do aplicativo da Deliveroo.

O investimento da Amazon também é uma de suas raras incursões na região. Em 2010, o 3i Group vendeu o BuyVIP.com, um clube de compras on-line, para a Amazon por US$ 96,5 milhões.

Fonte: Exame

Topo